Leitoras: Juliana e o intercambio

Dia 31 de Agosto de 2013, eu entrava no avião com uma única certeza: a incerteza. Meu nome é Juliana Vieira, tenho 17 anos e desde criança, sempre tive fome de mundo, cultura e informação. Esse ano eu deveria terminar o 3 ano na escola no Brasil, mas decidi abrir mão disso e terminar meu ano letivo aqui, em uma cidade de 84 mil habitantes, chamada Nanaimo, que fica em Vancouver Island, British Columbia, Canadá. Um lugar onde eu nunca tinha ouvido falar ou pensado em estar. As primeiras semanas de um intercâmbio, são chamadas "lua de mel", tudo é novo, tudo é lindo, mas eu não tive essa lua de mel nas minhas primeiras semanas aqui. Cada caso é um caso, mas eu tive muita dificuldade de adaptação, descobri que a saudade realmente arde, era difícil ficar longe de quem eu amo e de quem me ama.
Perdi muita coisa nesse tempo. Perdi vestibular, perdi a viagem de formatura, perdi a formatura do 3 ano, perdi minhas melhores amigas fazendo 18 anos, perdi o aniversário do meu pai pela primeira vez na minha vida, perdi amigos... que não me permitiam mais acompanhar e saber sobre a vida deles, mas no fim das contas, deixei pra lá. Mas também perdi o resto da vergonha que tinha em mim, a mania de estar acomodada e o medo de ser independente. E o medo da solidão, da sociedade e o medo da vida, as vezes ele ainda me visita mas logo vai embora. Me perdi pelas ruas das cidades que visitei. Me perdi pelas ruas de Vancouver, e meu namorado se perdeu comigo. Pela minha sorte, tenho uma das pessoas mais especiais da minha vida fazendo parte desse momento comigo. Meu namorado está fazendo intercambio junto comigo, mas ele está em Vancouver, que fica do lado da minha cidade.


Como todo bom viajante, eu comecei minha aventura sonhando: ônibus escolares amarelos, armários na escola, Halloween de verdade com direito a pedir ''doces ou travessuras'' na porta das casas, neve, boneco de neve, guerra de bola de neve, Natal... Sonhei que viveria como num filme, e digamos que vivo. Diariamente me identifico com filmes e seriados: os valentões, as patricinhas, as meninas malvadas e os nerds existem, a cafeteria enorme, assim como as aulas de culinária e marcenaria que víamos em seriados também existem, as aulas de teatro e dança, o ginásio esportivo enorme e o show de talentos que eu sonhava quando via High School Musical existem. Mas dificuldades TAMBÉM existem. Fazer um intercâmbio não é uma tarefa fácil e exige força de vontade e maturidade para lidar com o novo, com a cultura diferente e aceitar que você tem que adaptar aos hábitos deles, e não eles aos seus. Me acostumei com o estilo de vida onde um chocolate quente no fim a tarde se torna uma obrigação; cantar musica brasileira é sucesso e dançar é melhor ainda; reconheci o quanto o humor brasileiro ganha de qualquer outro. E que meu Brasil é o melhor lugar do mundo.

Ser intercambista é a hora que o peito aperta mesmo, é ter que se despedir de alguém sem saber se algum dia existirá um reencontro. Ser intercambista é viver o melhor dia da sua vida, seguido do pior dia, seguido de saudade, diariamente. É a hora que toda a magia desaparece e só resta a saudade, saudade de quem ficou e de quem se foi. É conhecer o frio, pra dar valor ao calor, e vice versa. É sentir distância e desabrigo para dar valor ao próprio teto, porque realmente a gente só da valor quando a vida aperta.


"Ser intercambista é esse exato momento em que me encontro agora: sentada na cama, de banho tomado e pijama. Me sentindo em casa. Do outro lado do mundo."
Estou no Canadá desde o início de Setembro, e fico até o final de Janeiro. Deixei meu instagram e meu twitter embaixo para quem quiser acompanhar minha aventura.
Instagram: juhcpv
Twitter: juhcpv
 ----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
E voce? Quer ter a sua história contada aqui na Petit It? É muito fácil! Envie um email para petitit@outlook.com!
um beijo!

2 comentários:

  1. LINDA HISTÓRIA ESPERO QUE ELA SEJA FELIZ , QUE DEUS ABENÇÕE ELA A CADA DIA AMÉM !!!!!

    ResponderExcluir